Mulher confessa que matou gestante para ficar com bebê

Mulher confessa que matou gestante para ficar com bebê

Mulher confessa que matou gestante para ficar com bebêJovem estava grávida de 8 meses Foto: Reprodução FacebookExtraTaman

Leia tudo

Mulher confessa que matou gestante para ficar com bebê

Jovem estava grvida de 8 mesesJovem estava grávida de 8 meses Foto: Reprodução Facebook
Extra
Tamanho do textoA A A

Uma mulher identificada como Aline Fagundes foi presa após confessar que matou uma gestante para ficar com o bebê em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. A acusada teria atraído Gabrielle Barcelos Silva, grávida de 8 meses, até a casa onde morava prometendo doar roupinhas de bebê. O crime ocorreu na terça-feira e a suspeita foi autuada em flagrante.

De acordo com as investigações, a mulher, de 37 anos, dopou a jovem misturando 40 gotas do medicamento Rivotril em um suco e usou um estilete para retirar o bebê, ocasionando a morte da gestante. A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informou que o bebê está internado e passa bem.

Segundo o delegado Rafael da Silva Herrera, que investiga o caso, a mulher mentiu várias vezes em seu depoimento, dando a cada momento uma versão diferente.

— Em uma dessas versões ela disse que teria feito tudo a mando do marido. Com relação ao mesmo, ainda não há comprovação de sua participação no crime, mas tudo será analisado dentro do prazo regular do procedimento, ou seja, dez dias — explicou.

A polícia recolheu conversas no aplicativo WhatsApp entre o casal, mas não encontrou indícios de envolvimento do companheiro de Aline. Ainda de acordo com as investigações, a mulher estaria há três semanas procurando por mulheres grávidas no bairro.

— Inclusive, dias antes ao homicídio ela tinha abordado a vítima, oferecendo-lhe roupas do suposto enxoval da menininha que iria nascer, argumento este que foi a moeda de troca para atrair a vítima até a residência de Aline — detalhou o delegado.

Aline alegou que o esposo teria auxiliado no arrastamento do corpo, mas segundo a polícia não havia marcas de sangue no calçado dele nem pegadas no quintal onde ficou o cadáver. A perícia preliminar apontou a causa da morte como uma hemorragia aguda ocasionada pela retirada do bebê do ventre da gestante. O exame de necropsia apontou, ainda, que o osso hióide do pescoço estava íntegro, sem rompimento ou lesão.

No último dia 4, Gabrielle fez uma publicação nas redes sociais sobre a ansiedade em conhecer a filha, que chamaria Sophia Gabrielly. Faltavam apenas 28 dias para o parto.

Mulher matou ggrvida para ficar com bebMulher matou ggrávida para ficar com bebê Foto: Reprodução Facebook

Tudo Sobre

Últimas de Polícia

  1. Bandidos so flagrados roubando carga a menos de 1 km de blitz da Fora Nacional
  2. Em fuga Rogrio 157 no quis pular de laje na Favela do Arar e acabou sendo preso
  3. Comparsas de Nem da Rocinha planejam retomada da favela aps priso de Rogrio 157
  4. PM mata jovem em Campo Grande na Zona Oeste

Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Primeira página

Posts Relacionados

.